• (51) 3594 - 5367

  • Rua Marcelino Champagnat, 1285, Medianeira - Veranópolis/ RS

Instituto Moriguchi

Como viver mais e melhor? Desde sempre o homem desejou uma vida longa, plena e saudável.

O Instituto Moriguchi é um centro de estudos e aplicações práticas voltados ao processo de envelhecimento, buscando compreender e promover a qualidade de vida e plenitude ao longo de todos os estágios de desenvolvimento do ser humano.

Através de diferentes áreas de atuação, contribui para que a sociedade possa conquistar entendimentos e hábitos que possam representar uma imensa evolução na forma como conduzimos nossa jornada em busca da longevidade.

O processo de envelhecimento, atrelado a longevidade e qualidade de vida move estudos de profissionais e equipes interdisciplinares das mais variadas áreas do conhecimento.

O instituto Moriguchi, coloca-se neste cenário como um dos principais atores neste movimento, proporcionando conhecimento, fomentando hábitos e promovendo saúde a comunidade, seja ela local ou não, científica ou não, especializada ou não, interessada ou não.

História / Origem Tudo inicia em 1981, a partir de um levantamento realizado pela revista Geográfica Universal.

A época, desenvolveu uma reportagem buscando verificar quais localidades no mundo apresentavam a população com pessoas altamente longevas.

Na ocasião, Veranópolis, cidade do interior do Rio Grande do Sul, Brasil, figurou mundialmente como um destes locais.

Tal tese foi oficialmente confirmada através de dados de recontagem populacional e da mortalidade do departamento de informática do SUS, que estimou uma longevidade média de 77,7 anos em Veranópolis, ao passo que, no mesmo período, a expectativa média de vida no Brasil foi de 68,1 anos.

Instituto Moriguchi
Instituto Moriguchi

Nasce então o Projeto Veranópolis

A época, desenvolveu uma reportagem buscando verificar quais localidades no mundo apresentavam a população com pessoas altamente longevas.

Na ocasião, Veranópolis, cidade do interior do Rio Grande do Sul, Brasil, figurou mundialmente como um destes locais.

Tal tese foi oficialmente confirmada através de dados de recontagem populacional e da mortalidade do departamento de informática do SUS, que estimou uma longevidade média de 77,7 anos em Veranópolis, ao passo que, no mesmo período, a expectativa média de vida no Brasil foi de 68,1 anos.

O Ano é1994

Inspirados por levantamentos anteriores e pela reportagem de repercrussão internacional iniciam um estudo de corte que pretendeu estudar o envelhecimento bem-sucessido dos idosos lonvevos da cidade.

Os pesquisadores e geriatristas Dr. Emilio Hideyuki Moriguchi e a Dra. Elizabete Michelon com apoio da prefeitura municipal de Veranópolis.

1994 100 idosos com 80 anos ou mais Instituto Moriguchi

1996 e 1998 mais 142 idosos Instituto Moriguchi

De lá pra cá, um legado que já atingiu milhares de pessoas, com dezenas de estudos científicos conduzidos, centenas de pessoas acompanhadas em milhares de atendimentos e conclusões que permitem melhor conduzir situações corriqueiras ou atípicas atreladas ao cotidiano e ao processo de envelhecimento.